Ácaro

Biologia do Ácaro


Todos os artrópodes pertencentes à Classe Arachnida (chamados de aracnídeos) têm o corpo fundido em cefalotórax e abdome, quatro pares de patas e não têm antenas. Os pertencentes à Ordem Acari têm, além das características comuns à todos os aracnídeos, o corpo achatado, as aberturas traqueais (que servem para a respiração) geralmente abdominais e as peças bucais localizadas na “falsa cabeça” (gnatosoma).

A Ordem Acari inclui os carrapatos e os ácaros das sarnas e do pó domiciliar.
Distribuição Geográfica

Encontram-se em todas as partes do mundo, sendo, portanto, chamados de cosmopolitas.
Características

Apresentam o corpo dividido em duas regiões: gnatosoma (anterior) e idiosoma (posterior). Na gnatosoma encontram-se as peças bucais: quelíceras e palpos ou pedipalpos.

As quelíceras possuem estruturas semelhantes à pinças em suas extremidades e servem para cortar ou perfurar seus alimentos. Os palpos ou pedipalpos auxiliam na alimentação. Em alguns ácaros, como nos carrapatos, existe ainda o hipóstomo, estrutura que auxilia na fixação do ácaro ao corpo do hospedeiro.

Dentre as subordens existentes na ordem Acari, as mais importantes do ponto de vista médico e veterinário são: Trombidiformes, Ixodides e Sarcoptiformes.

Principais Grupos de Ácaros


– Subordem Trombidiformes

– Subordem Ixodides

– Subordem Sarcoptiformes

Doenças causadas pelo Ácaro

Espécies do gênero Ornithonyssus, conhecidos entre nós como “piolhinhos” de ninhos de galinhas, podem parasitar os humanos, sugando sangue e provocando uma dermatite, com prurido (coceira) intenso na maioria das vezes.