Traças

Biologia das Traças


Sob o nome genérico de “traças”, estão três grupos de insetos reunidos em duas Ordens, as “traças dos livros” ou “traças prateadas”, Ordem Thysanura; e as “traças das roupas” e “traças de produtos armazenados”, ambas pertencentes à Ordem Lepidoptera (mariposas e borboletas).

Em áreas urbanas, as traças podem infestar roupas, papéis, estofados, livros, frutas secas, grãos ou outros alimentos armazenados e muitos outros produtos manufaturados. Em culturas agrícolas, atacam hortaliças e frutos frescos, e outras, se alimentam da cera dos favos produzidos pelas abelhas, destruindo-os e causando perdas aos criadores de abelhas melíferas.

Habitat das Traças


As traças têm preferência por ambientes úmidos e apresentam hábitos diurnos e noturnos, sendo ativas à noite e escondendo-se durante o dia, evitando contato direto com a luz. Assim, ao acender-se a luz de um aposento, as traças procuram se esconder em frestas ou atrás de móveis e quadros. São muito ágeis e escondem-se rapidamente em frestas de móveis, armários, rodapés e caixas, sendo este último, o principal veículo de dispersão do inseto, levada junto a livros e utensílios domésticos em casos de mudança.

Algumas traças adaptaram-se muito bem ao ambiente urbano, como a espécie Lepisma saccharina L. São onívoras, alimentando-se do amido de papéis velhos, capas de livros (papelão), papel de parede, cola de livros, roupas, lençóis e sedas, além de farináceos em geral. Em museus, bibliotecas, tecelagens, supermercados, hotéis e em muitos outros estabelecimentos comerciais, as traças devem ser monitoradas com rigor, para evitar infestações severas e danos significativos.

Perguntas e Respostas


– Do que se alimentam as traças?

As traças saltadoras (Ordem Microcoryphia) alimentam-se de algas, líquen, musgo e até frutas em decomposição. Já as traças-de-livros (Ordem Thysanura) alimentam-se do amido contido em qualquer tipo de material. Já as traças das roupas (comum nos armários embutidos) se alimentam de queratina, porém esses animais são a fase de lagarta de uma mariposa.

– Porque as traças aparecem nas casas?

As traças aparecem em casas devido ao fato de que alguns lugares em nossas residências são propensos para que elas se desenvolvam, principalmente os lugares mais úmidos. Lá, elas encontram abrigo e alimento.

– Naftalina é bom para eliminar traças?

A Naftalina é outro nome da substância química Naftaleno, um composto aromático com dois anéis benzênicos. Pode ser utilizada como uma maneira de se prevenir o aparecimento de traças, mas é também tóxico aos humanos.

– Existe algum produto caseiro para eliminar as traças nos armários?

O cravo-da-índia pode ser utilizado, porém, não existem estudos científicos que comprovem a eficácia do mesmo.

– O que fazer em acervos de livros para as traças não aparecerem?

A melhor maneira é manter os livros em lugares ventilados e não muito escuros. Fazer limpezas frequentes, removendo as traças.

– Qual ambiente é mais propicio para a proliferação de traças?

Ambientes fechados, escuros e com pouca ventilação.

– As traças causam doenças ao homem?

Ainda não existem pesquisas que mostrem que traças podem causar doenças nos serem humanos, e não é provável que o façam.

– Qual a importância das traças para o meio ambiente?

Como todas as espécies, gêneros ou grupos de animais ou plantas, quaisquer dos tipos de traça, têm seu lugar nas cadeias alimentares naturais. Assim, não se pode dizer que uma espécie tem mais ou menos importância para o meio ambiente. Todas tem.

– As traças atacam os alimentos?

O nome traça é muito genérico. Assim, são também chamadas de traças os estágios larvais de borboletas ou mariposas, como no caso a traça-do-tomate (Tatu absoluta), e a traça da farinha (Ephestia kuehniella ou Anagasta küehniella) atacando assim alimentos. As traças da Ordem Microcoryphia podem ser alimentar de frutas em decomposição e enquanto da ordem Thysanura podem chegar a consumir alimentos que contém amido, como a farinha por exemplo.

– As traças mordem?

As traças possuem peças bucais do tipo mastigador utilizados na sua alimentação, sendo assim, elas apresentam mordida, porém, não existem informações de casos de mordidas de traças em serem humanos.